Aurora

Para o dia fluir bem, no alvorecer do dia,
É necessário seu corpo perto de mim.
Ter uma outra relação com a nossa vida.
Pintar sua forma num quadro com a ponta de meus dedos.
Sendo ponta, percorrer a linha de tua forma.
Iniciar pelo teu umbigo.
Subir à altura de teu pescoço.
Desenhar teus lábios.
Tocar apenas a superfície da tua pele, sem penetrá-la.
E a cada momento, causar um ritmo novo na batida de teu coração.
Dançar conforme o ritmo de teu corpo.
Produzir novos afetos, cada vez mais intenso, profundo...
Olhar a galáxia em teus olhos.
E viajar no seu multiverso profundo, sem se preocupar em voltar para casa
E em terminar meu quadro, minha pintura, minha arte.

Comentários

  1. Gosto do modo como o poema é sugestivo e altamente imagético ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz por ter gostado ! Acho muito difícil escrever poemas relacionado com esse tema que tanto me interessa - os desejos . Agradeço pelo seu comentário !

      Excluir

Postar um comentário

A conversação está sempre em excesso...

Postagens mais visitadas deste blog

Maus Encontros

A violência do Amor